Hospedagem de sites

Formula 1, Ferrari

O ex-piloto Alain Prost, tetracampeão mundial, aprovou a decisão de Michael Schumacher de não voltar a correr na Fórmula 1. Segundo o antigo rival de Ayrton Senna, o automobilismo é um esporte perigoso e uma lesão no pescoço poderia causar um acidente sério. No entanto, assim como o piloto brasileiro Rubens Barrichello, ele admite a possibilidade de que Schumi tenha desistido por outros motivos.

“O desejo e a motivação para voltar demoram a sumir. Leva alguns anos para abandonar a Fórmula 1. Se havia algum risco físico, Schumacher está certo. O pescoço é crucial no automobilismo e se tiver alguma dor você pode rapidamente sentir náusea e ficar com a visão embaçada. Mas ainda está em aberto se o Schumacher desistiu somente por causa do problema de saúde ou por ter percebido que o desafio era imenso”, disse Prost ao “Le Parisien”.

O ex-piloto francês comparou a situação de Schumacher a uma experiência própria em 1993, quando ele voltou à F-1 depois de oito meses. Prost conta que foi difícil competir em alto nível na época e afirmou que Schumacher pode precisar de mais tempo. Além disso, Prost explicou que muitas vezes um piloto veterano tem vontade de voltar a correr, mas não de lidar com a pressão, as viagens e a cobertura midiática que vêm com uma vaga na Fórmula 1.

Fonte: JB Online

Qual sua opiniao?

Nome (*)

E-mail (*)

Mensagem